Planos de previdência

Pensando em planos de previdência privada? Conheça PGBL e VGBL

Como começar a investirRenda FixaRenda Variável
Sua aposentadoria pode estar longe, mas pensar nela agora lhe trará grandes benefícios. Aliás, quanto antes você começar a investir, melhor. Você pode entender um pouco mais sobre a importância de pensar num plano alternativo de aposentadoria lendo outros textos aqui no blog sobre o assunto, ou indo direto para os conceitos de PGBL e VGBL.

Então vamos lá: primeiramente temos que compreender que a Previdência Privada funciona como um investimento, ou seja, você investe agora para usufruir no futuro.

Ainda assim, os planos de Previdência Privada são separados em duas classes: o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). A maior diferença entre PGBL e VGBL está na tributação, portanto uma escolha equivocada pode ocasionar maior incidência de impostos.

De forma geral, o PGBL é recomendado à pessoas que declaram o Imposto de Renda através de formulário completo. Ao contrário, o VGBL, é para que realiza a declaração anual pelo formulário simples. Assim, na primeira opção, você poderá abater de suas contribuições o limite de 12% da renda anual. Já na segunda opção, o Imposto de Renda incide somente sobre os rendimentos.

Entenda melhor PGBL e VGBL

Aplicar seu dinheiro à longo prazo, como no caso de aposentadoria, demanda atenção, caso contrário pode acabar lhe trazendo grandes incômodos. E conforme dissemos anteriormente, a principal distinção entre PGBL e VGBL é a tributação.

PGBL

Ele é indicado para investidores que usam o formulário completo de imposto de renda, ou seja, para quem possui mais custos que o normal para descontar, como por exemplo, dependentes, despesas médicas, educação, etc.

Esse plano de Previdência garante benefícios fiscais na declaração do IR. Contudo, para investir em PGBL é preciso estar vinculado ao Regime Geral da Previdência Social. Porém, não significa que o PGBL esteja isento de Imposto de Renda. No fim do período programado, o tributo será cobrado sobre o valor total economizado ao longo dos anos.

O ponto positivo é justamente esse, com o PGBL, a rentabilidade também será sobre o valor de contribuição do IR, isso amplia seus rendimentos até o momento do resgate.

VGBL

Depois vem o VGBL, que é ideal para o investidor optante pelo modelo simplificado de Imposto de Renda. Uma vez que você tem menos despesas para descontar na declaração do IR, o VGBL é mais indicado, pois neste mecanismo o recolhimento ocorre somente sobre os rendimentos do patrimônio. Sendo assim, a cobrança do imposto ocorre no momento do resgate.

Mais uma vantagem, é que no VGBL não há limite de contribuição.

Vamos falar mais sobre Previdência Privada

Inicialmente vamos entender a diferença de plano de previdência pública e privada. Com a aposentadoria pública do Instituto Nacional do Seguro Social, você tem um teto de pagamento: tudo o que você pagar a mais, não fará diferença e ainda será perdido. Outro ponto negativo é que você só terá acesso a esse valor quando se aposentar e o recebimento será somente através do benefício mensal.

Também existe a tendência de que a Previdência Social sofra ajustes ao longo dos anos. No entanto, não é indicado ignorar o INSS, pois os previdenciários ligados ao Seguro Social estão cobertos por uma série de benefícios, como: Auxílio doença, Aposentadoria por invalidez, Salário maternidade, Pensão por morte, Auxílio Acidente, etc.

Ou seja, o indicativo é que você não se desvincule do INSS, mas que faça uma previdência privada em paralelo. Afinal, com a previdência privada tudo o que for investido é seu, acrescentado de juros. Além disso, você pode resgatar sua aplicação em qualquer momento.

Ao mesmo tempo, a aposentadoria privada disponibiliza diversos fatores positivos. Vamos a eles:

Portabilidade – caso você esteja descontente com seu plano, você pode trocar de investimento, de banco ou instituição e até de gestor, tudo sem custos extras.
Sem come-cotas – come-cotas é o nome dado à antecipação de recolhimento do Imposto de Renda em investimento de diversos tipos. Tanto o PGBL quanto o VGBL estão isentos do imposto.
Sucessão Patrimonial – caso o titular do investimento venha a falecer, o valor acumulado é diretamente transferido aos herdeiros, sem necessidade de inventariar.
Poupança forçada – a Previdência privada, como o PGBL e VGBL, são um incentivo para guardar dinheiro. Ao assumir este investimento, todos os meses um valor certo será destinado à Previdência.
Tributação sob medida – ao aplicar em Previdência Privada, você tem a opção de escolher um que tenha uma alíquota maior, com descontos no imposto de renda, ou ainda uma alíquota menor, mas sem abatimentos do IR.
Os pontos negativos da Previdência Privada não podem ser ignorados. Assim sendo vamos analisá-los:

Carência – os períodos de carência dos planos de previdência são bastante elevados, logo, se você quiser resgatar seu dinheiro antes desse período, o rendimento poderá ser menos do que você espera.
Taxas – todas as aplicações em previdência possuem taxas de administração, ainda podem ocorrem outras cobranças, como taxa de carregamento e taxa de custódia, isso varia de cada emissor.
Resumindo

Em síntese, o ideal é que você contribua com o INSS, mas também aplique em uma Previdência Privada. Assim, você poderá garantir um futuro tranquilo, com o controle das suas finanças.

Mas tudo vai depender do seu perfil de investimento e seus objetivos. Afinal, aplicações em PGBL e VGBL são para pessoas de perfil tradicional e conservador, mas principalmente com objetivos de longo prazo.

Caso contrário, você deve optar por ações ou fundos, que podem oferecer uma rentabilidade maior, porém com mais riscos. Antes de escolher entre PGBL e VGBL, ou qualquer outro plano de previdência privada, tenha em mente que o mercado oferece diferentes tipos de investimentos que podem ser bastante atrativos para você e seu futuro, com os rendimentos e a segurança que você precisa.

Mas há também as armadilhas feitas pelos bancos com esse produto. Muitos cobram taxas abusivas e entregam uma rentabilidade muito ruim.